Agora você pode descobrir onde comprar os looks das blogueiras

0
173
Site Look do dia - Lookdodia.com

Quem nunca passou horas no Instagram olhando os looks que as blogueiras e influenciadoras estão usando em suas viagens ou eventos? A rede social é perfeita para pessoas que buscam fontes de inspiração para escolher o look do dia.
No entanto, tais fontes servem na maioria das vezes, apenas como inspiração, a experiência não é completa. Por que não viabilizar a compra do look?

Foi justamente pensando em fechar essa equação que o empreendedor Jean Bernardo, decidiu lançar a plataforma de social commerce Look do dia.

A plataforma funciona como um feed de looks, permitindo a pesquisa de roupas de grifes usadas por blogueiras e celebridades, indicando onde comprá-las.

Se a pessoa se interessar pelo look, o botão “compre o look” irá direcioná-la diretamente para a página do produto no site da loja

Jean Barros Bernardo - Look do dia - Lookdodia.com

A plataforma ainda não processa compras totalmente dentro de sua aplicação, “nesse momento, apenas direcionamos o visitante para a página do e-commerce, que comercializa a peça, mas não descartamos a ideia de incorporar o pagamento futuramente” comenta Jean.

“Os consumidores vestem aquilo que as blogueiras indicam e que as celebridades usam”, diz Andréia Miron, professora do curso de Moda da Faculdade Santa Marcelina (FASM).

A ideia surgiu através de uma experiência frustrante enfrentada pela sua sócia e esposa Graziela Bernardo, ao tentar descobrir onde comprar uma peça usada por uma de suas influencers favoritas.

“Quem vende ou busca o look perfeito no Instagram sabe que, entre a inspiração e a efetivação da compra, há um processo demorado. A negociação envolve desde diversas mensagens entre o vendedor e cliente até o vai e volta entre diversos sites para concluir o pagamento. Agora com o Lookdodia, empacotamos todo esse processo e entregamos a fonte do look com apenas um clique”, concluí Graziela.

Mercado de moda em alta

Em 2017, o e-commerce obteve faturamento de R$ 59,9 bilhões e fechou com 203 milhões de pedidos e um tíquete médio de R$ 294, segundo a ABComm, liderado pela categoria de moda e acessórios, com a fatia de 14,8% desse volume.

Uma das categorias mais disputadas e, simultaneamente, com maior volume de pedidos do mercado. O segmento ainda enfrenta certa resistência dos consumidores em comprar roupas pela internet, mas empresas como a Dafiti, já trabalham fortemente no processo de educação do mercado.

Outro dado importante, é que “moda e acessórios” aparentemente deixaram de ser prioridades nas escolhas de compra em sites internacionais no último ano. O que pode significar que comprar no mercado nacional está mais vantajoso.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here